Controle de Estoque com radiofrequência

Controlar a entrada e a saída de mercadorias de maneira prática, automatizada e inteligente. Essa é a proposta do sistema de gestão de estoques por radiofrequência (RFID) desenvolvido pela DTMaster. Além de otimizar o controle da estocagem, a ferramenta destaca-se como diferencial de mercado por atender todas as regulamentações exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) – que determina a necessidade de rastrear os produtos conforme a classe de risco à qual eles pertencem.

 

Na lista dessas mercadorias estão os produtos implantáveis das chamadas classes três e quatro. Entre eles, destacam-se itens do mercado médico-hospitalar como marcapassos e stents cardíacos, para os quais é exigida a rastreabilidade sem limite de data. Por isso, é fundamental o fabricante poder acessar de maneira rápida e automatizada o destino de séries e lotes de produtos. Não fazer isso, é ficar à margem da lei.

 

O controle automatizado da DTMaster é realizado por meio de portais de acesso. Quando um produto passa por dentro de um destes portais, suas antenas de radiofrequência identificam a mercadoria, que é equipada com etiquetas inteligentes. Em seguida, é automaticamente feita a baixa do produto no estoque. Dessa maneira, torna-se possível fazer o controle preciso das movimentações – sem a necessidade de leitura de código de barras. O processo de RFID aperfeiçoa o controle e impede que todo e qualquer produto seja removido do estoque sem que se faça o registro da movimentação.

 

Além de serem ideais para utilização em hospitais e clínicas, já que permitem fazer a conferência de produtos sem retirá-los das prateleiras, os coletores de RFID podem ser aplicados em diversos negócios. Versátil e inovador, o sistema é aplicável a inúmeras atividades. Entre elas, o controle de documentos e o gerenciamento de estoques para diferentes setores.